888betcasino -Após o governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) manobrar na Assembleia Legislativa do Estado de Sã

Alesp- PT restring888betcasino -e atividades após medida de Tarcísio

Após o governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) manobrar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) para evitar CPIs contrárias ao Palácio dos Bandeirantes,ósmedidadeTarcí888betcasino - o PT, principal partido de oposição, decidiu nesta quarta (22) que obstruirá todas as atividades da Casa, como votações e eventos.

Continua após publicidade

Além disso, o PT, que elegeu 18 deputados estaduais e tem a segunda maior bancada da Alesp, disse, em nota, que trabalha na “formatação de uma peça jurídica para buscar resgatar o direito e dever constitucional da oposição de ter CPI como instrumento de fiscalizar e apurar as ações e medidas do governo estadual”.

O PT determinou, também, a imediata retirada de todos os assessores parlamentares do partido que estavam em uma fila que se formou na porta do plenário da Alesp, para registro de pedidos de CPI.

A manobra

Na última terça-feira (21), os partidos da base, entre eles o PL, do presidente da Casa, André do Prado, fizeram uma força-tarefa para assegurar os primeiros lugares na fila para registro dos pedidos de CPI, que deixará de ser online para ser feita apenas presencialmente, a partir da próxima sexta (24).

Os partidos de oposição não foram avisados da mudança e aguardavam o prazo para registrar seus protocolos online, como manda o regimento da Casa. Mas, desde a semana passada, o sistema está fora do ar.

Como a força-tarefa governista garantiu os primeiros 33 lugares da fila, na prática, não haverá CPI investigando o governo Tarcísio nos próximos três anos, já que somente 10 comissões podem ser instaladas por ano - as regras da Alesp autorizam um máximo de cinco CPIs simultâneas e cada uma pode durar até seis meses.  

Caso não houvesse a manobra, o governo de São Paulo teria que enfrentar pedidos de investigação indigestos na Casa. O deputado estadual Paulo Reis (PT), por exemplo, pretendia protocolar um pedido de CPI para que a Alesp apurasse as circunstâncias do tiroteio em Paraisópolis, durante uma agenda de campanha do governador Tarcísio de Freitas, no ano passado, durante sua campanha eleitoral.

Investigações barradas

O Brasil de Fato teve acesso à relação de pedidos de investigação do PT que foram barrados pela manobra governista na Alesp, veja:

Deputado Paulo Fiorilo:
- Apurar e investigar os contratos firmados e executados pelo DER
- Apurar e investigar a gestão e utilização de recursos da Fundação Butantan, responsável pelo apoio ao Instituto Butantan

Deputado Ênio Tatto
- Investigar contratos emergenciais no DER

Deputado Antônio Donato
- Investigar a concessões de terminais de metrô
- Investigar os contratos de concessão da ViaMobilidade na Zona Sul

Deputada Márcia Lia
- Investigar a concessão da Energia Elétrica
- Investigar Organizações Sociais da Saúde

Deputado Mário Maurici
- Apurar a concessão das rodovias com congelamento de pedágio
- Investigar vício na contratação das OSs da Cultura

Deputado Luiz Fernando
- Apurar a antecipação da renovação do contrato de concessão da Comgás

Deputado Simão Pedro
- Investigar denúncias na concessão das linhas 8 e 9 da CPTM para a CCR e problemas de paralisações

Deputado Luiz Cláudio Marcolino
- Apurar o cumprimento e especificidades do contrato de concessão de serviços prestados pela ENEL em 24 municípios atendidos pela empresa

Deputado Jorge do Carmo
- Fiscalizar, apurar e investigar as irregularidades e falhas no sistema de operação das linhas 15-prata do monotrilho

Deputado Paulo Reis
- Apurar tiroteio em Paraisópolis, durante a campanha do então candidato Tarcísio de Freitas

Deputada Beth Sahão
- Investigar o aumento do feminicídio e violência doméstica

Edição: Rodrigo Durão Coelho

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.sitemap